Palmeira Imperial

10/09/2020
| Colunista: , Álvaro Lopes
|
Assunto: , Flores & Plantas

A palmeira imperial, também chamada palmeira real, é uma palmeira originária das Antilhas. No Brasil, o primeiro exemplar, foi plantado no Jardim Botânico do Rio de Janeiro pelo príncipe regente D. João VI, em 1809

AlvaroLopes20200910

A palmeira imperial é bastante conhecida por ser a maior espécie de todo o mundo, com altura que pode chegar até 40 metros. Quando se fala em palmeira imperial características mais lembradas são em relação ao seu tamanho, mas ela conta com especificidades muito interessantes.

Essa espécie de palmeira é bastante robusta, com palmitos que podem superar 2 metros de comprimento. Seu caule é liso, não conta com nenhuma textura muito pronunciada e tem a cor cinza escuro.

A planta exige locais espaçosos e ensolarados. Tem resistência ao frio em regiões subtropicais e temperadas. As folhas atingem entre 2 e 4 metros de comprimento.

Em relação às folhas, elas geralmente são chamadas de penteadas, já que seu formato e disposição fazem parecer que elas realmente foram penteadas. O comprimento dessas folhas pode variar de 2 a 4 metros, de acordo com a idade da planta.

Características muito peculiares são os pequenos frutos que se desenvolvem próximos às folhas, com tamanho que varia de 2 a 4 cm e coloração escura, na cor roxa. Geralmente, esses frutos são consumidos por alguns pássaros, mas não são comestíveis para seres humanos.

A velocidade de crescimento dessa espécie é consideravelmente grande: ela pode crescer de 80 cm a 1 metro por ano, ou, aproximadamente, 8 cm por mês.

Curiosidades Sobre a Palmeira Imperial

* O nome dessa palmeira se refere à história dessa planta, que antigamente era muito associada à aristocracia. Inclusive, a primeira palmeira imperial do Brasil foi plantada por Dom João VI, há mais de 200 anos, nos jardins botânicos do Rio de Janeiro.
* Foram os portugueses que trouxeram a palmeira imperial para o Brasil. Seu plantio, inclusive, era muito comum em plantações de café, já que a planta atuava como um símbolo de status.
* Os frutos da palmeira real são utilizados na alimentação de araras e papagaios, embora também seja comum utilizá-los na alimentação de porcos nos países do Caribe, como Bahamas, Jamaica e Trinidad e Tobago.

Palmeira não é Árvore

Desprovidas de galhos e sem tronco que produz madeira, elas são plantas da família das palmáceas. Aliás, uma família numerosa, com 2.600 espécies no mundo todo

Poucas plantas são mais valiosas para o homem do que as palmeiras. Além da beleza, que as torna elemento paisagístico incomparável, fornecem vários produtos de utilidade imediata.

Quer conhecer a Palmeira Imperial?
Na Passarela da Freguesia Você encontra várias exemplares dessa linda planta

+Passarela da Freguesia

Voltar Próximo artigo