Pensando Bem – Jô Soares

05/08/2022 |
Assunto: , Cultura

“Não é necessário mostrar beleza aos cegos, nem dizer verdade aos surdos. Mas não minta para quem te escuta e nem decepcione os olhos de quem te admira”

PensandoBem20220805José Eugênio Soares, mais conhecido como Jô Soares (Rio de Janeiro, 16 de janeiro de 1938 / São Paulo, 5 de agosto de 2022), foi um humorista, apresentador de televisão, escritor, dramaturgo, diretor teatral, ator e músico. Apresentou de 1988 a 1999 o Jô Soares Onze e Meia no SBT e de 2000 a 2016 o Programa do Jô na Globo. Faleceu em São Paulo, no Hospital Sírio-Libanês, onde estava internado. Ele tinha 84 anos e estava internado desde o dia 28 de julho.

No ano de 1956, Jô fez sua estreia na televisão no elenco da Praça da Alegria, na Record TV, onde ficou por aproximadamente 10 anos. Em 1965 ele protagonizou a única novela da sua carreira, a Ceará contra 007 (Record TV), a comédia de maior audiência no Brasil na época. Jô também atuou em humorísticos como Noites Cariocas e Família Trapo.

Como jornalista, escreveu para a revista Manchete, para o jornal O Globo e para a Folha de São Paulo. Entre os anos de 1989 e 1996, foi colaborador da revista Veja e, em 1983, lançou o seu primeiro livro: O Astronauta sem Regime.

Jô foi casado com a atriz Therezinha Millet Austregésilo entre 1959 e 1979, com quem teve um filho, Rafael Soares, que faleceu em 2014, aos 50 anos. Já entre 1980 e 1983 ele foi casado com a atriz Sílvia Bandeira. Em 1984, ele namorou Claudia Raia por dois anos. Já em 1987 se relacionou com a atriz Mika Lins, até se casar com a designer gráfica Flávia Junqueira Pedras, de quem se separou em 1998.

Em 2012, em entrevista ao Fantástico, Jô Soares falou sobre morte: “O medo da morte é um sentimento inútil: você vai morrer mesmo, não adianta ficar com medo. Eu tenho medo de não ser produtivo”.

FRASES

* Eu torço pela felicidade dos outros. Gente feliz não enche o saco!
* A comissão faz o ladrão.
* A prova de que a natureza é sábia é que ela nem sabia que iríamos usar óculos e notem como colocou nossas orelhas.
* É bem melhor pensar sem falar do que falar sem pensar.
* Era tão azarado que, se quisesse achar uma agulha no palheiro, era só sentar-se nele.
* Faça piada velha para público novo e piada nova para público velho.
* Gordo, quando está fazendo dieta, sempre faz a barba antes de se pesar.
* Junta médica é uma reunião que os médicos fazem nos últimos momentos de nossa vida para dividir a culpa.
* Não há amizade, por mais profunda que seja, que resista a uma série de canalhices.
* No Brasil, quando o feriado é religioso, até ateu comemora.
* Nunca faça graça de graça. Você é humorista, não político.
* O filme sempre começa na hora certa, principalmente quando você chega atrasado.
* Se o Comunismo acabar, quem é que vai levar a culpa?
* O paraquedas é o único meio de transporte que, ao enguiçar, chega-se mais rápido.
* O material escolar mais barato que existe na praça é o professor.
* Quando saber se o casamento está ruim? Quando você está engolindo sapo ao invés de comer a perereca.
* Em uma coisa os bêbados e os geógrafos têm razão: a Terra gira.

+Pensando Bem
+Jô Soares

Voltar Próximo artigo