Um novo Jacarepaguá

24/09/2021
| Colunista: , Talita Galhardo
|
Assunto: , Gestão

Jacarepaguá celebrou em 9 de setembro seus 427 anos e fiquei feliz por,
pela primeira vez, ter festejado esta data à frente de sua Subprefeitura

TalitaGalhardo20210924

Comandar esta “grande cidade” exige muita dedicação, trabalho e amor, qualidades que não estão presentes só em mim, mas também no prefeito do Rio, Eduardo Paes, que me confiou esta tarefa.

E somente por essa parceria, onde o amor e o trabalho pela cidade estão acima de tudo, é que foi possível nesses nove meses iniciar uma ampla recuperação de Jacarepaguá, após o abandono que sofreu nos últimos anos. Até por esse descaso, entendo a angústia das pessoas quando reclamam e exigem o funcionamento da máquina pública, porque elas pagam seus impostos e esperam vê-los convertidos em benefícios para a comunidade. E meu dever é esse: colocar os serviços nas ruas e trazer uma prefeitura atuante para a rotina da cidade.

Penso em Jacarepaguá e tenho pressa! A minha inquietude se transforma em agonia quando vejo lugares tão lindos depredados, praças mal cuidadas, asfalto ruim ou o crescimento desordenado de construções irregulares. Mas, como gestora, tenho o entendimento de que certos problemas precisam de tempo para que suas soluções sejam concretizadas.

Os primeiros resultados do resgate de Jacarepaguá já podem ser vistos tanto no retorno da conservação das praças, nos serviços de recapeamento de ruas ou nas demolições de construções irregulares, quanto no reestabelecimento da ordem pública. Ainda há muito por fazer e todos os dias estou nas ruas para cobrar de meus parceiros na prefeitura a execução dos serviços e também para ser cobrada pela população.

A certeza de que o trabalho está no caminho certo vejo estampada na vontade de trabalhar do servidor público, no retorno da animação do gari, do guarda municipal e do funcionário da Conservação em vestir a camisa de uma cidade que já iniciou a sua volta por cima. Mas, principalmente, o elogio das pessoas nas ruas, que é o combustível para todos trabalharmos em sintonia e em busca do desenvolvimento de Jacarepaguá.

E o resgate de Jacarepaguá vai promover o retorno de suas belezas. Minha infância foi ali, na Praça Seca. Olho para aquele coreto e vejo a minha história, a história do bairro! Quero resgatar esse orgulho de pertencer a Jacarepaguá, que os moradores exaltem nossos pontos turísticos, que usufruam de nossas praças, do Bosque da Freguesia, visitem a Igreja da Penna, conheçam a história da Colônia Juliano Moreira, além do Museu Bispo do Rosário, e percorram as trilhas do Parque Estadual da Pedra Branca.

Juntos vamos elevar Jacarepaguá ao lugar de destaque que merece e devolver aos cariocas um bairro moderno, mas que não perdeu o charme da época colonial. O ano de 2022 nos trará grandes e boas surpresas.

Feliz aniversário para Jacarepaguá e todos os seus moradores. E que nas comemorações dos 428 anos, a gente celebre não só mais uma primavera, mas também a vida. Até lá, sigamos com muita dedicação à reconstrução do nosso bairro, sem nos esquecermos das medidas de proteção contra a pandemia de Covid-19.

+Talita Galhardo

Voltar Próximo artigo