PORTO, ELEITA MELHOR CIDADE EUROPEIA

02/09/2021
| Colunista: , Luciana Rocha
|
Assunto: , Turismo

Eleita a melhor cidade europeia pra se viver em família em 2021, pela empresa
norueguesa Sumo Fians, o Porto é dessas cidades que colecionam títulos

LucianaRocha20210902

* Melhor destino europeu para uma escapadinha urbana, em 2020, pela World Travel Awards
* Melhor cidade pequena do mundo, em 2020, pela revista Monocle
* Melhor cidade Europeia para se visitar, em 2019, e 2º melhor do mundo pela plataforma de Viagens The Culture Trip
* Melhor destino Europeu, em 2012, 2014 e 2017, pela European Best Destinations
E por aí vai, sendo os mais importantes, o título de Patrimônio Mundial da UNESCO, em 1996 e, Capital Europeia da Cultura em 2001.
Vem comigo, se apaixonar, por esta cidade linda, que deu nome a Portugal, que conquistou o coração do nosso Imperador D. Pedro I (aqui, D. Pedro IV) e que cresceu as margens de um dos rios mais bonitos da Europa, o Rio Douro.

O Centro Histórico do Porto
Área mais antiga da cidade, é aqui que estão suas raízes, suas origens medievais. Passear por suas ruas, conversar com sua gente, é voltar no tempo e vivenciar as histórias desse povo bravo, invicto, altruísta, na sua melhor essência!

Estátua do Conde Vimara Peres
LucianaRocha20210902VimaraE para começar realmente do começo rsrsrsr, vamos voltar ao ano de 868, quando o Porto ainda sofria o domínio dos muçulmanos, e o Conde Vimara Peres, a pedido de Afonso III, expulsa os árabes e reconquista, do alto de seu cavalo, a cidade.
Por isso, em agradecimento, a cidade do Porto, ergueu logo no topo da calçada da Vandoma, aonde tudo aconteceu, uma estátua em sua homenagem.

Sé, A Catedral Do Porto
LucianaRocha20210902Se
A Sé do Porto, data da época da Idade Média, da época dos suevos, bem antes da chegada triunfal de Vimara Peres, na calçada da Vandoma. Mas foi no sec. XII, pelas mãos de D. Hugo, o tão famoso bispo do Porto, que a catedral ganhou ares de fortaleza medieval, com uma arquitetura romanico-gótica.
A fachada da catedral, já é impressionante por si só. Formada por duas torres, de arquitetura românica, uma rosácea, de arquitetura gótica, do séc. XII e, um portal, já restaurado no sec. XVIII, com a imagem de Nossa Senhora da Assunção, a santa padroeira da Sé.
Olhando de frente para a Catedral, preste atenção nos símbolos esculpidos, um em cada torre, fazendo referência aos templários (Símbolo de Salomão), na torre da direita, e a uma embarcação (a coca), na torre da esquerda, uma referência a essa cidade que nasceu nas margens do Rio Douro e dele prosperou.
E se o exterior já é fascinante, o interior da catedral também impressiona, mas essa história merece um artigo inteirinho, que eu prometo contar em breve.

Miradouro da Rua das Aldas
LucianaRocha20210902MiradouroDesça as escadas em frente à Sé do Porto e aprecie a vista do Douro, através do Miradouro da Rua das Aldas. A esquerda da foto, o Convento dos Grilos, e a direita, o Museu De Arte Sacra e Arqueologia.

Estação de São Bento
LucianaRocha20210902SaoBentoConsiderada uma das estações ferroviárias mais bonitas do mundo, pela revista Travel & Leisure, a Estação São Bento, foi inspirada na Belle Époque Parisiense do séc. XIX. O arquiteto responsável, José Marques da Silva, foi aluno de Victor Laloux, o arquiteto responsável pela Gare d’Orsay em Paris, e foi ainda em Paris, em 1896, que o projeto da estação foi feito, como projeto de final de curso de Marques Silva, que na época, cursava a famosa École des Beaux-Arts.
O nome, São Bento, foi herdado do antigo Mosteiro de São Bento de Ave-Maria de freiras beneditinas, que foi demolido, para a construção das linhas de comboio. Inaugurada em 1916, a Estação de São Bento, encanta a todos que chegam e que partem, com seus 20.000 azulejos, pintados pelo artista Jorge Colaço e que contam grandes momentos históricos de Portugal, como a entrada no Porto do Rei D. João I e D. Filipa de Lencastre, a cavalo, para a celebração do seu casamento na Sé do Porto; a Conquista de Ceuta pelo Infante D. Henrique; o cumprimento da palavra de Egas Moniz apresentando-se em Toledo perante Afonso VII e, oferecendo a sua vida, a da mulher e a dos filhos para resgate da palavra dada no cerco de Guimarães, dentre outros. No teto uma referência as linhas do Douro e do Minho, principais rios da região Norte de Portugal.

Igreja de Santo Antônio dos Congregados
LucianaRocha20210902CongregadosDedicada a Santo Antônio, essa igreja barroca, do séc. XVIII, chega a passar despercebida aos olhos de quem passa pela Praça Almeida Garrett. Mas não se engane, dentro dela uma preciosidade repousa: o corpo mumificado, do único papa enterrado fora do Vaticano, o Papa São Clemente.
O Papa Clemente I foi o 4º papa do Cristianismo da Igreja Romana (ano 88 a 97). Foi batizado pelo apóstolo Pedro e, também foi fiel colaborador do apóstolo São Paulo. Apesar de romano, foi perseguido junto com outros cristãos, pelo imperador Domiciano e atirado ao mar, no ano 100. Por isso, é considerado o santo padroeiro dos marinheiros.
A vida de Santo Antônio está retratada não só nos painéis de azulejos da fachada, como nas pinturas em murais no interior da igreja.

Rua das Flores
LucianaRocha20210902FloresÉ uma das ruas mais bacanas do Porto. Muitos artistas, muita cultura, restaurantes e lojinhas super transadas. E além de ser super cool, também é uma rua de acesso ao Largo de São Domingos e a Ribeira.
Se hoje ela é do povo, antigamente não era bem assim. Construída em 1521 (é, a Rua das Flores tem quase a mesma idade que o Brasil) a pedido do rei D. Manuel I, era a rua dos comerciantes, aristocratas e das famílias tradicionais portuguesas, como os Cunhas Pimentéis, os Ferrazes Bravo e os Sousa e Silva.
Até hoje, a Rua das Flores conserva as características arquitetônicas daquela época e isso pode ser percebido, pelos brasões ainda nas fachadas, de algumas dessas casas.

Igreja e Museu da Misericórdia do Porto
LucianaRocha20210902IgrejaMuseuÉ na Rua das Flores que se encontra uma das mais bonitas representações, da arquitetura barroca da cidade. Obra do arquiteto Nicolau Nasoni, que foi o responsável pelo projeto de reconstrução da igreja, datada do séc. XVI. A igreja foi erguida ao lado da Santa Casa da Misericórdia, onde hoje se encontra o Museu da Misericórdia do Porto, e que conta toda sua história.

Palácio da Bolsa
LucianaRocha20210902BolsaBCertamente uma das construções neoclássicas, mais bonitas da cidade. Foi construído para ser a sede da Associação Comercial do Porto. Palácio da Bolsa é uma referência ao tempo que ali funcionava a Bolsa dos Mercadores e também a Bolsa de Valores.
Tudo impressiona nesse palácio. A visita começa pelo Pátio das Nações, que ganhou esse nome, porque no teto, junto à cúpula de ferro e vidro, estão referenciados os brasões dos países com os quais, Portugal mantinha relações de comércio, no séc. XIX. Passa pelas imponentes salas do tribunal, do Presidente, Dourada, entre outras e termina, no majestoso Salão Árabe, onde a cidade do Porto recebe seus visitantes mais ilustres como reis, rainha e presidentes.

Igreja do Convento de São Francisco
LucianaRocha20210902SaoFranciscoNa minha opinião, é a igreja mais bonita do Porto, e uma das mais bonitas de Portugal. E, é daquelas igrejas repletas de história e cultura. A única igreja de arquitetura gótica do Porto, ou seja, um programa imperdível.
Sua construção começou no séc. XIII, depois de muita confusão com o Bispo do Porto, e das intervenções, do Rei de Portugal D. Sancho II e do Papa Inocêncio IV. Com o objetivo de atender ao Mosteiro dos Frades Mendicantes da Ordem de São Francisco, que ficava ao lado, sua arquitetura gótica, sóbria e minimalista, representava, fielmente, os votos de pobreza dos Franciscanos.
A partir do séc. XV, foi adotada pelas famílias mais influentes do Porto, que patrocinaram suas capelas, para que suas famílias lá fossem sepultadas (prática normal da época). A arquitetura interna da igreja ganhou ares de barroca, com uma vasta decoração em talha dourada. Foram mais de 200 kg de ouro, o que fez com que a igreja passasse a ser conhecida como a igreja do ouro
No séc. XVIII, foram construídas a Igreja da Ordem Terceira de S. Francisco e a Casa do Despacho, que é onde se encontram as famosas Catacumbas, onde os franciscanos enterrados, aguardam o dia do Juízo Final.

Torre Medieval da Reboleira
LucianaRocha20210902TorreMRDescendo a Rua da Reboleira, que começa bem em frente à Igreja de São Francisco, a casa de número 59 vai te surpreender. É uma casa estilo torre, do final da idade média (séc. XIV), com as características originais daquela época, em que o Porto, ainda era uma cidade medieval. Repare na calçada de pedras e também na casa número 55, que ainda mantém as janelas e portas, no estilo gótico, da mesma época.

Ribeira do Porto
LucianaRocha20210902RibeiraPCartão postal da cidade, com suas casinhas coloridas abraçadas pelo rio Douro, aqui é onde tudo acontece! E sempre foi assim! A Ribeira, que ganhou esse nome, por estar à margem do Douro, e começou a ser povoada em meados do séc. XIII, ainda na época do Porto Medieval. As ruas da Reboleira e da Lada, datam dessa época, e ainda conservam suas características originais, como já mencionado aqui (Torre Medieval da Reboleira).
A Ribeira é eclética, popular e pulsante. Aqui tem beleza, cultura, gastronomia, arte e muita história. Eu diria que ela é o coração pulsante da cidade. Ela é tão especial, que merece um artigo todinho pra ela, aguardem.

Outros Pontos Turísticos do Centro Histórico do Porto

* Museu Casa do Infante
* Ponte Luís
* Funicular dos Guindais
* Muralha Fernandina
* Igreja de Santa Clara
* Igreja de Santo Ildefonso
* Igreja e Torre dos Clérigos
* Largo do Amor de Perdição
* Centro Português de Fotografia
* Igreja Paroquial de Nossa Senhora da Vitória
* Miradouro da Vitória
* A Baixa do Porto
* Igreja dos Carmelitas Descalços
* A Casa Escondida
* Igreja do Carmo
* Livraria Lello
* Pedro IV e a Praça da Liberdade
* Avenida dos Aliados e Câmara Municipal do Porto
* Igreja de Trindade
* Capela das Almas
* Mercado do Bolhão

Uma dica muito importante! Não cometa o erro de reservar somente dois dias para a cidade do Porto, porque você vai se arrepender.
+Luciana Rocha

Voltar Próximo artigo