O que é Afasia?

24/02/2024
| Colunista: , Fernando Moutinho
|
Assunto: , Saúde

Não é fácil explicar a afasia, nem é simples entender o que é afasia

FernandoMoutinho20240224A afasia é um problema que afeta tanto a linguagem oral quanto a linguagem escrita. A pessoa com afasia pode ter dificuldades para falar e para compreender a fala dos outros e, também, dificuldades para escrever e para ler.

Afasia a grosso modo é como são denominados os problemas de linguagem ( oral e/ou escrita) decorrentes de lesões cerebrais causadas especialmente por acidentes vasculares cerebrais (hemorrágicos ou isquêmicos), tumores e traumatismos cranioencefálicos. Na base explicativa para a ocorrência desses acidentes vasculares figuram etiologias variadas e geralmente integradas como a hipertensão, o diabetes, o tabagismo e os problemas cardíacos. Causada por lesões mais ou menos circunscritas no Sistema Nervoso Central, a afasia compromete a produção e a compreensão da linguagem de indivíduos (em sua imensa maioria, adultos) até então sem histórico de doenças neurológicas ou psiquiátricas. Por derivarem de lesões cerebrais que podem ser mais ou menos extensas, não é incomum que as alterações linguísticas sejam acompanhadas por outras perturbações cognitivas, como apraxias (déficits de movimento) e agnosias (déficits de reconhecimento), bem como, por um elenco variado de sinais neurológicos (como paralisias de face e membros). Todo um conjunto de sintomas secundários, resultado dos impactos psicossociais provocados pelos comprometimentos neurológicos e pelas dificuldades de comunicação, pode acompanhar as afasias: isolamento social, mudança de humor, desinteresse afetivo, depressão.

É possível prevenir a Afasia?
Não há como prevenir diretamente a afasia decorrente de Acidente Vascular Cerebral – AVC, Traumatismo Cranioencefálico – TCE ou Tumor Cerebral. Mas há como prevenir e controlar os fatores de risco que podem levar a um AVC ou TCE. A prevenção de tumores cerebrais praticamente não é possível.

Conviver com o afásico
Cada afásico é único. Cada pessoa com afasia é diferente da outra. Portanto, a mesma forma de interagir e de se comunicar com quem tem afasia pode dar certo para umas, e ser frustrante para outras. Não existe uma receita. Existe aprendizado no cotidiano, existem trocas e experiências que permitem à pessoa com afasia e ao seu interlocutor construir conjunta e reciprocamente a melhor forma de interação. O fonoaudiólogo tem o olhar, a escuta e a palavra para ajudar nesta caminhada.

O que NÃO fazer com um AFÁSICO
Não ignore. Não isole, nem coloque muita gente falando junto. Não exponha com situações estressantes. Não exija que fale corretamente. Não os apresse para falar logo, nem mude de assunto. Nem finja que está entendendo.

Saiba como ajudar
Inclua nas conversas. O afásico não se tornou uma criança, nem surdo e nem incapaz. Eles precisam de mais tempo para configurar as coisas. Olha nos olhos da pessoa. Explique devagarzinho, objetivamente o que quer dizer. Às vezes, muita gente, cinco pessoas, parece uma banda de rock. O afásico pode assumir pequenas tarefas e decisões gradativamente. Escute com calma e pergunte as dúvidas. Deixe os se expressar com as dificuldades, isso ajuda a encarar e progredir.

A Afasia tem cura?
Não existe nenhum remédio, medicamento ou procedimento cirúrgico para o tratamento das afasias. Mas há melhora. E essa melhora é determinada pela reabilitação e pela forma como o afásico enfrenta a sua vida com a afasia.

“Existe vida após a afasia, tão boa ou melhor que a anterior, só tem que achar o caminho”
Ivana – Familiar de Afásico

Este artigo é um pequeno resumo sobre a AFASIA, se você quiser saber mais sobre o assunto te convido a visitar o Portal da AFASIA.
+Fernando Moutinho
+Saúde

Voltar Próximo artigo