Tango

19/07/2015
| Colunista: , Gisele Lemos
|
Assunto: , Poesia

Gisele20150719

Entrecortados gestos

Suaves e fortes dançarinos

Coladas vestes, estão dispostos

Ao vermelho amor.

As pernas revelam

E tremem melodiosos

Na arte que modelam.

Sapatos e saltos no clamor

Rasgam cenas de valor.

Calados cedentes ao calor

O tango é a paixão primor.

Voltar Próximo artigo