Saiba como não errar na hora de compor ambientes com tapetes

05/12/2018 |
Assunto: , Decoração

Engana-se quem acha que o tapete é apenas mais um acessório para decorar a casa. Eles podem ser considerados os fundamentos de cada ambiente, podem ter significações e dar a base de estilo. Eles aquecem, unificam espaços, orientam a circulação, favorecem a acústica, personalizam cada canto da casa e podem dar um toque de sintonia com a personalidade do morador.

Atemporais e com status de obras de arte, os tapetes orientais, especialmente os persas, são clássicos que carregam elementos de culturas milenares e podem dar um ar de requinte a diferentes ambientes. Eles trazem riqueza de detalhes, desenhos e cores, podendo assim ser protagonistas do aposento. Com bom gosto e atenção à composição total do ambiente (cores, texturas, nuances e estilo) também é possível harmonizar o tapete oriental com móveis que também são estrelas na ambientação.

MLA20181205

Existem tapetes para cada tipo de ambiente e estilo. Fica muito chique combinar um tapete com características marcantes e tons quentes a móveis mais clean e de linhas retas, modernos e em tons claros. Nesse caso, um tapete oriental funciona como um ponto forte da decoração e, dependendo da estamparia escolhida, em tons terrosos por exemplo, são capazes de trazer aconchego e calor ao espaço.

Em decorações mais tradicionais, o tapete estampado combina muito bem com móveis de madeira e decoração com detalhes em dourado.

Já os tapetes em cores lisas costumam ser coringas para uma decoração mais jovial e colorida. Busque fazer da decoração da sua casa uma extensão da sua personalidade. O importante é que você se sinta bem e à vontade para receber amigos e familiares.

Tem quem preze mais o conforto. Outros preferem priorizar o estilo. Há ainda os que buscam um equilíbrio entre esses dois fatores, que é o ideal.

Como posicionar o tapete?
É importante medir o tamanho dos espaços disponíveis para não errar na proporção. Não se pode passar a impressão de que o tapete está sobrando, parecendo quase um carpete e, assim, desvalorizando a peça, nem tampouco ser pequeno demais e não acomodar a mobília do ambiente.

Sala de estar
Aqui a peça deve ser grande, permitindo posicionar todos os móveis do living em cima. Isso traz sensação de amplitude. Existe também a opção de deixar alguns móveis para fora, como a mesa lateral. Sempre respeite a regra de que o tapete deve ultrapassar os pés do sofá em pelo menos 10 centímetros.

Sala de jantar
Aqui o tapete deve criar uma moldura para a mesa de jantar e facilitar a movimentação das cadeiras. Para isso, escolha uma peça cujo tamanho ultrapasse o tampo da mesa de 70 centímetros a 1 metro, para acomodar as cadeiras sem que nenhum dos pés fique fora do tapete mesmo quando forem usadas.

Quarto
Escolha um tapete que calce a cama e ultrapasse a largura em 70 centímetros de cada lado. Busque tapetes aconchegantes e macios para este ambiente.

Fonte: ML Administradora

Voltar Próximo artigo