O melhor calçado para dirigir

01/07/2018
| Colunista: , Flavio Leal
|
Assunto: , Automóveis

Quem fica muito tempo ao volante deve usar algo confortável e bastante flexível

Quem fica longos períodos na estrada deve usar calçados que sejam confortáveis e, ao mesmo tempo, seguros para dirigir. Os chinelos abertos representam um grande risco ao volante. Os principais aspectos que devem ser observados na hora de escolher um calçado são conforto, firmeza, fixação e flexibilidade. Por isso, o mais adequado é o tênis, que, além de não escorregar e ficar bem fixado ao pé, é confortável. Outra boa opção é a sapatilha, que também oferece conforto e segurança para quem passa muito tempo guiando.

O QUE NÃO USAR

AutoCooler20180701

Por não ter fixação no calcanhar, os chinelos de dedo não garantem firmeza no acionamento dos pedais do veículo e podem se soltar do pé. Se um chinelo ficar preso sob o pedal de freio, por exemplo, impedirá o correto acionamento do sistema pelo motorista. Mulheres que usam sapatos de saltos finos ao volante correm o mesmo tipo de risco. Utilizar esses calçados enquanto guia, inclusive, é considerada infração de trânsito. Alguns sapatos sociais podem gerar desconforto após longos períodos.

Diferentemente do que ocorre com os tênis e as sapatilhas, eles dão pouca mobilidade aos pés. Se precisar mesmo usar um calçado desse tipo, opte pelos com cadarço, que podem ser ajustados, ou leve um par extra, mais confortável, para trocar se surgir um desconforto.

Evite botas e outros sapatos que tenham sola muito grossa e cano alto. A rigidez reduz a sensibilidade quando o motorista pisa nos pedais.

Confira as dicas que vão ajudar você a escolher o sapato ideal, considerando principalmente o conforto e a segurança ao volante.

* O calçado deve permitir que o motorista sinta os pedais do veículo e possa acioná-los corretamente. O ideal são os que não apertam nem limitam os movimentos.
* A sola do calçado não pode grudar no assoalho do veículo. Isso gera risco de o motorista pisar no freio ou no acelerador sem querer.
* Dirigir sem usar calçado não é considerado infração de trânsito. Mas há risco de o pé escorregar do pedal e, se isso acontecer, pode causar acidentes.

Fonte: Revista Ipiranga

Voltar Próximo artigo