Dicas para melhorar a segurança do condomínio

26/02/2021 |
Assunto: , Condomínios, Segurança

A segurança dos moradores e dos funcionários não pode ser deixada em segundo plano. Por isso, os síndicos devem se manter atentos em relação ao controle de acesso de entregadores e prestadores de serviços ao condomínio

PorterGroup20210226
Estabeleça regras para delivery e entregas de encomendas

Para garantir a segurança no acesso ao condomínio, é preciso estabelecer regras claras em relação a delivery e entregas de encomendas.

O mais recomendado é que a portaria acione o morador e solicite que ele venha receber, em vez de autorizar a entrada do entregador.

No caso de o morador não estar no condomínio, a portaria deve contar com um espaço para receber a encomenda e guardá-la até que o morador possa buscá-la.

É importante destacar que permitir que o entregador leve a encomenda até o apartamento ou casa do morador é uma ação que pode representar muitos riscos. É comum a estratégia de criminosos se disfarçarem de entregadores. Portanto, é melhor evitar problemas, não abrindo exceções.

Regulamento para o acesso de prestadores de serviços

Outro ponto que o condomínio precisa se atentar para manter a segurança do controle de acesso é sobre a circulação de prestadores de serviços. É necessário estabelecer regras para a entrada e a saída deles.

Por exemplo, se o prestador de serviço for atender na casa ou apartamento do morador, o porteiro deve avisar o condômino, liberando o acesso somente depois de autorização, ainda que o prestador de serviço já seja cadastrado na portaria.

Também é recomendado solicitar as credenciais (como crachá) do prestador e anotar seus dados pessoais.

Já se o funcionário for prestar serviços ao condomínio, é o síndico ou o zelador que deve autorizar a entrada dele. Nesse caso, é igualmente importante que os dados sejam registrados e confirmados.

Crie um manual de segurança para o condomínio

Além dos funcionários e dos porteiros, os moradores também são responsáveis pela segurança condominial. O síndico deve informá-los sobre as regras que devem ser seguidas para reduzir os riscos de o condomínio ser invadido. Todo condomínio deve ter um manual de segurança que contenha os procedimentos que devem ser seguidos rigorosamente pelos moradores para manterem o condomínio protegido.

Esse conjunto de procedimentos de segurança deve ter validade legal e ser debatido e aprovado em assembleia para o conhecimento de todos os moradores.

Fonte: Porter Group

+Condomínios

Voltar Próximo artigo