Decoração para ambientes pequenos

19/05/2018
| Colunista: , Pablo Gomes
|
Assunto: , Decoração

Com imóveis cada vez mais compactos, a criatividade passou a ter cada vez mais valor na hora de montar ou redecorar uma casa. Algumas soluções estratégicas podem ajudar a compor uma decoração para ambientes pequenos com elegância, beleza e, é claro, muita funcionalidade.

Beladecor20180519

O segredo está em utilizar bem a área disponível e em apostar em alguns truques ópticos que ajudem a criar uma sensação de amplitude, que faça com que o ambiente pareça mais amplo e espaçoso. Confira algumas dicas:

Pense na circulação do ambiente

Um dos segredos para a decoração para ambientes pequenos é fazer parecer que o espaço é mais amplo do que, de fato, é. Por isso, não importa qual seja a metragem do cômodo, é sempre relevante se preocupar em garantir uma boa circulação.
Para que a circulação seja eficiente, as pessoas devem conseguir se locomover pelo cômodo sem obstáculos e também deve haver espaço suficiente para a abertura de armários e gavetas. De modo geral, o ideal é que haja, pelo menos, 60 centímetros livres para a circulação.

Aproveite os cantos e paredes

Quando o espaço é pouco, cada cantinho importa. Por isso, aproveitar os cantos dos cômodos é uma ótima ideia para a decoração para ambientes pequenos. Por exemplo, em vez de optar por um jogo de dois sofás para a sala de estar, pode ser mais interessante escolher uma peça de canto, que forneça o mesmo tanto de assentos, mas utilizando menos espaço.
A verticalidade dos ambientes também deve ser aproveitada. Nichos aéreos e prateleiras são ótimas opções de armazenamento, e quadros e pôsteres ajudam a decorar o ambiente sem ocupar áreas e superfícies livres.
Caso o espaço seja estreito, mas o pé direito tenha uma boa metragem, ainda é possível contar com a ajuda de mezaninos para criar diferentes ambientes em um só. O espaço vertical também pode ser muito bem aproveitado com camas aéreas no quarto das crianças, deixando o chão livre para criar uma área de estudo e, até mesmo, de brincadeiras.

Preste atenção às medidas para a escolha dos móveis

Um móvel muito grande pode dar a impressão de que o ambiente é ainda menor do que é. Por isso, é essencial prestar atenção às medidas adequadas na hora de comprar ou planejar o mobiliário.
Nesse momento, pode ser interessante consultar um profissional do ramo para se orientar sobre as medidas mínimas necessárias para a boa utilização do móvel. No entanto, confira mais abaixo algumas orientações gerais sobre o assunto.
Também é muito importante se ater apenas aos móveis extremamente necessários aos ambientes e deixar de lado as peças auxiliares, como mesas de canto e aparadores.

Medidas mínimas para as peças essenciais

* Cama de solteiro: 0,88 m x 1,88 m;
* Cama de casal: as medidas básicas são 1,38 x 1,88 m /1,58 x 1,98 m /1,93 x 2,03 m;
* Guarda-roupas: 40 cm de largura e 55 cm de profundidade, para garantir que as roupas sejam armazenadas adequadamente;
* Rack para quarto ou sala: 35 cm de profundidade e largura um pouco maior do que a TV escolhida;
* Mesa de jantar: 1 x 1 m para quatro lugares; 1,60 x 0,90 m para seis lugares e 2 x 0,90 m para oito lugares;
* Sofá: 1,90 m para três lugares e 1,40 m para dois lugares.

Use tons claros e cores fortes em pontos estratégicos

Um dos truques da decoração para ambientes pequenos é o uso de estratégias para criar a ilusão de amplitude do espaço. Uma das formas mais divertidas de se fazer isso é com a escolha da paleta de cores do ambiente.
Para criar a sensação de amplitude, é interessante buscar uma base clara para o cômodo (paredes, cortinas, móveis maiores etc.) e fazer uma composição com pontos focais de cores mais marcantes.
Em 2018, as maiores tendências das cores na decoração de ambientes são os tons terrosos (como castanho e laranja damasco), as cores metalizadas, o verde militar e o roxo ultra violet, que é a cor do ano pela Pantone.
A ilusão de óptica é uma grande amiga dos ambientes compactos. Já pensou em apostar em um tapete comprido e colorido, com listras verticais? Com certeza, o espaço parecerá ser bem mais amplo e extenso.

Utilize espelhos

Os espelhos são um dos maiores aliados da decoração para ambientes pequenos. Eles são peças fundamentais para criar a ilusão de amplitude, justamente por refletirem o ambiente e passarem a ideia de que ele continua pela imagem.
Quanto maior o espelho, melhor é o potencial de expansão, por isso, o mais recomendado é apostar em uma peça grande, que cubra toda a extensão da parede. No entanto, a ilusão de um espaço maior também pode ser alcançada com modelos menores, que costumam ter um valor mais acessível.
Para aproveitar ainda mais o espaço, os espelhos também podem ser instalados nas portas dos cômodos e também nas dos armários. Eles ainda podem ter valor decorativo ao serem usados como vitrais ou para revestir móveis e peças de design.

Aposte em peças multifuncionais

A decoração para ambientes pequenos deve se preocupar com o aproveitamento máximo do espaço, por isso, a escolha de móveis e peças multifuncionais tem tudo a ver com o tema. Hoje, são muitas as opções desse tipo de móvel no mercado, o que faz com que a aquisição seja mais fácil e acessível.
O banco ao pé da cama, por exemplo, pode também funcionar como um baú para guardar as roupas de cama, enquanto a superfície da cômoda pode cumprir as funções de um aparador.
Outras soluções bem criativas são as mesas dobráveis que podem ser acopladas nas paredes e estantes de toda a casa. A estratégia é excelente para home offices compactos e também para criar uma área de refeição temporária na cozinha.
A criatividade e o aproveitamento do espaço são as palavras-chave para a decoração para ambientes pequenos. Com um pouquinho dos dois, é possível deixar as casas mais compactas com muito charme e funcionalidade para um dia a dia mais prático e tranquilo.

Que tal se inteirar ainda mais do mundo do design e da decoração de ambientes? Faça-nos uma visita. Beladecor – Sua casa, seu Estilo.

Voltar Próximo artigo