BLOCKCHAIN PARA INICIANTES

14/02/2019 |
Assunto: , Imóveis, Tecnologia

POR QUE ESTA TECNOLOGIA VAI MUDAR A NOSSA VIDA?
O desenvolvimento de novas estruturas de negociações vai transformar
completamente o que pensamos sobre transações

A vida em sociedade está em constante mudança, seja pela evolução do pensamento humano, seja pelas novas tecnologias que vão surgindo. E uma sempre acaba alterando a outra. Quando uma tecnologia é experimentada, automaticamente o comportamento do homem se adapta e reage com alguma mudança. As redes sociais são provas inequívocas dessa situação.

Acontece que no mundo todos os dias novas tecnologias estão sendo testadas e com isso mudanças bruscas estão prestes a surgir nos próximos anos. A Blockchain é um exemplo específico disso, que tem levado grandes empresas e corporações a darem mais atenção a essa transformação. Mas o que seria exatamente a Blockchain e como isso impactaria a nossa vida?

De forma simples, a Blockchain é um banco de dados criptografado, aberto e descentralizado, reconhecido por matemáticos, criptógrafos e economistas de todo o mundo. Basicamente a Blockchain permite, de forma matemática, concordar em dados e transações, sem a necessidade de partes intermediárias. A rede é autorregulada, as transações são verificadas solucionando equações matemáticas (blocos) em troca de recompensas.

Os dados podem ser qualquer coisa: dinheiro, trabalho, propriedade, votos, ações ou qualquer coisa que represente algum valor. A rede verifica e concorda com a transação, cada nó na rede possui uma cópia (nó criptografado) do registro. Quando alguém tenta alterar um valor (o que seria mais fácil em um banco de dados local ou centralizado), a rede simplesmente o rejeitará, por ele não ter consenso.

É importante entender que não há intermediários como bancos, notários, administrador etc., portanto menos pontos fracos, mas também menos poder centralizado.

CreciRJ20190214

A Blockchain já está muito presente no mercado financeiro e muitas pessoas ainda nem perceberam o real potencial. O Bitcoin é um exemplo. A tecnologia da Blockchain nasceu com ele, portanto nada mais justo dizer que ele é a aplicação mais importante, e também a mais famosa por agora.

O Bitcoin é uma moeda totalmente digital com um sistema descentralizado, autônomo, matemático. Sem necessidade de instituições financeiras para aprovar transações. O Bitcoin transita o mundo inteiro hoje com grande velocidade e volume de negociações. Você pode comprar e vender Bitcoin, como você pode comprar o dólar americano ou libra esterlina, e você pode pagar e receber dinheiro com ele.

Para o mercado imobiliário são diversas as possibilidades. O Blockchain vai possibilitar que toda propriedade, em qualquer lugar, tenha um endereço digital correspondente que contenha informações habitacionais, financeiras, legais e estruturais, e atributos físicos que mantenham todos os históri­cos de transações e os transmitam perpetuamente.

Adicionalmente, os dados estarão instantaneamente disponíveis online e serão correlacionáveis por todas as propriedades. A velocidade para transacionar passará de dias/semanas/meses para minutos ou segundos.

Além disso, atualmente o título de propriedade é um pedaço de papel. Para transferir uma propriedade, você precisa preencher um formulário em uma folha de papel, assinar com uma caneta, se dirigir a um tabelião que o carimba e então levar este papel ao cartório municipal de registro de propriedade para que este seja guardado em sua base de dados. Tempo e dinheiro desperdiçados. Em vez de um título de papel, a Blochchain permite criar um título digital, que consiste em um token seguramente criptografado que pode ser transferido de forma tão fácil, rápida e barata quanto um e-mail. Antes do e-mail, para enviar uma carta, você precisava de envelopes, selos, caminhões, instalações de triagem e trabalhadores para organizar e distribuir a correspondência. A digitalização das mensagens facilitou para todos os lados.

Outra situação que a Blockchain pode ajudar a melhorar é com relação à locação. Quando alguém aluga um apartamento, o proprietário cobra um depósito de garantia para o caso de o locatário danificar a propriedade. Por lei, ele deve manter estes fundos em uma conta de garantia separada e não gastá-los. Uma vez que o contrato de aluguel chega ao fim, o locatário deve confiar na boa-fé do proprietário em devolver o depósito.

Para evitar qualquer contratempo, o Bitcoin possui uma função chamada multi-assinatura. No Bitcoin, você usa sua chave particular para aprovar o envio da moeda digital para outra pessoa. Com a multi-assinatura, você pode criar uma transação com três chaves particulares, onde ao menos duas são requeridas para continuar.

Nesse caso, o Bitcoin pode ser usado para criar uma garantia programável. Em vez de enviar dinheiro em papel a uma conta bancária do proprietário, o locatário e o proprietário criam uma transação com multi-assinatura. Cada um dos agentes possui uma chave particular, enquanto a terceira é dada para uma terceira pessoa neutra (mediador). Para que o depósito de garantia seja gasto, duas das três pessoas precisarão utilizar sua chave. Os fundos ficam trancados em cripto-garantia durante o contrato de locação.

Ou seja, a tecnologia está aí e pronta para mudar a vida de todos nós. É importante não só estar atento, mas também atualizado. A vida e a relação do ser humano com os negócios estão mudando rapidamente e de modo assustador. É como diz o slogan daquela rádio “Em 20 minutos tudo pode mudar”.

Fonte: Stand Edição 43 – Revista do Creci-RJ

Voltar Próximo artigo