Anedotas

10/02/2021 |
Assunto: , Humor

Anedotas20210210F01 Anedotas20210210F02 Anedotas20210210F03

SENHORINHAS AO VOLANTE
Selma e Velma, duas senhoras idosas, muito amigas, saíram para um passeio de domingo no carro enorme que Selma herdara de Gelásio, seu finado marido.
Nenhuma delas conseguia ver muito acima o painel.  Quando chegaram a um cruzamento, o sinal estava vermelho, mas elas continuaram cruzando.
Velma, a passageira, pensou consigo mesma: “Sinto que estou ficando gagá, mas juro que acabamos de passar em um sinal vermelho.”
Poucos minutos depois, elas passaram por outro sinal vermelho. Velma tinha quase certeza de que o sinal estava vermelho, mas ainda estava um pouco preocupada com a possibilidade de estar gagá, então decidiu dar à motorista uma última chance.
Ao se aproximarem do cruzamento seguinte, Velma prestou muita atenção.
Desta vez, o sinal de trânsito certamente estava vermelho, mas como antes, elas passaram rapidamente.
– Selma!, exclamou Velma. Você sabia que acabamos de passar por três sinais vermelhos em sequência? Poderíamos ter morrido!
– Oh, sou eu que estou dirigindo?, foi a resposta.

O ENCONTRO COM UM DENTISTA
Um homem e uma mulher se conhecem na praia. Eles se dão tão bem que decidem ir pra casa dela. Após alguns drinques, ele tira a camisa e então lava as mãos. Logo após, ele tira a calça e, novamente, lava as mãos.
A garota, que estava observando, fala:
– Você é um dentista, certo?
Ele, surpreso, diz:
– Sim! Como você sabia?
– É fácil. Você parece muito preocupado com a higiene das suas mãos.
Uma coisa leva à outra, e eles vão para a cama. Quando terminam, a garota diz:
– Você deve ser um dentista ótimo.
O homem, com o ego lá em cima, diz:
– Lógico que eu sou um bom dentista, como você sabia?
– É que eu não senti nada!

CONVERSA ENTRE DUAS AMIGAS
Duas mulheres falam sobre sua vida amorosa durante o café.
– Não sei o que fazer. Reclama Margie. Sou muito tímida para pedir ação na cama e ele não se empolga o suficiente.
– Bem, disse sua amiga Sharon, tenho uma maneira segura de fazer meu marido ficar excitado.
– Sério? Conte-me.
– Bem, Sharon sorri. Sento-me ao lado dele e então lentamente coloco minha mão dentro de suas calças e digo: ‘Uau, você não está com frio aí? Você gostaria que eu te esquentasse um pouco?
– Sabe de uma coisa? Talvez eu tente, ri Margie.
Elas se reencontram alguns dias depois e Margie está de muito mau humor.
– Por sua causa quase nos divorciamos!
– O QUÊ?, Sharon está pasma.
– Bem, eu fiz o que você disse e coloquei a mão dentro das calças dele, mas não estava frio, já estava quente!
– E daí?, Sharon pergunta confusa.
– Bem, então eu perguntei a meu marido por que dentro das calças dele estava quente e não frio como no marido da Sharon.

OS CAIPIRAS NO EXÉRCITO
Dois primos caipiras tentaram se livrar do Exército, mas não conseguiram e foram convocados. Chegando lá eles se encontraram com o general, que perguntou para o primeiro:
– Soldado, qual é o seu nome?
– É Tonho.
– Tonho? Aqui não temos apelidos! A partir de hoje você vai se chamar Antônio!
– Sim, senhor.
– O que você faz aqui?
– Tô dando um tempo.
– Mas que absurdo! Não me venha com essa, você está aqui para defender a pátria!
– Sim senhor, diz o caipirinha, já cansado.
– O que é aquilo?
– É uma bandeira.
– Muito bem! Pois a partir de hoje ela é a sua mãe!
Terminada a conversa foi falar com o segundo caipira, que já tinha ouvido toda a conversa:
– Como é o seu nome?
– É Pedro.
– O que você está fazendo aqui?
– Defendendo a Pátria.
O general respira mais aliviado. E por fim pergunta:
– O que é aquilo?
E o caipirinha responde:
– Minha tia, mãe do Tonho.

UMA ENCRENCA DANADA
Uma senhora resolveu trocar de armário. Foi até a loja, escolheu, pagou, e dias depois o móvel foi montado no seu quarto. No entanto, ela notou que, toda vez que passava um ônibus na rua, as portas do armário se abriam. Então ela chamou um marceneiro e pediu que consertasse.
Ele olhou o móvel inteiro e não conseguiu encontrar um defeito. Sem saber mais o que fazer, o marceneiro entrou dentro do armário e sentou ali para que, quando passasse um ônibus, pudesse verificar a causa da abertura das portas.
Mas, minutos depois, o marido chega do trabalho e, ao abrir a porta do armário, dá de cara com o marceneiro ali sentado. Bastante irritado, ele pergunta:
– O que é que o senhor está fazendo aí dentro?
– O senhor vai acreditar se eu disser que estava esperando o ônibus passar!

POR QUE VOCÊ VAI SE CASAR DE NOVO?
Um senhor de 80 anos olha a caixa do correio e encontra um convite de casamento. Seu amigo Tobias, com mais de 80, vai se casar! Intrigado, ele telefona para o amigo e combina um encontro. Dias depois, estão os dois na praça conversando:
– Tobias, meu amigo! Quem diria, você casando novamente!
– Pois é, meu caro.
– Diga-me: por acaso eu conheço a noiva?
– Não.
– Sua noiva tem boa aparência, é bonita, mais jovem?
– Nada. Ela tem apenas alguns anos menos do que eu.
O amigo não entende e continua a perguntar:
– Por acaso ela cozinha bem?
– Não muito.
– Ela tem dinheiro?
– Que nada! Menos do que eu.
– E nos momentos íntimos tudo vai bem?
– Nem sei disso.
O amigo não entende nada, e por fim pergunta:
– Então por que raios você vai se casar com ela?
E ele responde:
– Porque ela ainda consegue dirigir.

+Humor

Voltar Próximo artigo