Anedotas

08/12/2020 |
Assunto: , Humor

Anedotas20201208F01 Anedotas20201208F02 Anedotas20201208F03

O PEREGRINO
Um peregrino, a caminho de Fátima, pernoita na casa de uma viúva deslumbrante. No meio da noite, a viúva o procura, toda nua! Ele, com medo de pecar, foge e vai confessar-se.
O padre diz-lhe:
– Volte para casa e coma 5 kg de CAPIM.
– Senhor Padre, eu não sou um cavalo!
– Mas é burro! Primeiro deveria ter pecado e depois vindo confessar!

HOMENS organizando churrasco pelo WhatsApp
Homem 1: Fala galera, quando vamos fazer um churrasco?
Homem 2: Quinta-feira às 20hs na casa do Homem 9.
Homem 1: Ok, o que levamos?
Homem 9: Eu compro a carne e as bebidas, depois rachamos.
Homem 5: Ok.
Homem 1: Ok.
Homem 3: Ok.
Homem 2: Ok.
Homem 4: Ok.
Homem 6: Ok.
Homem 7: Ok.
Homem 8: Ok.
Homem 10: Ok.
Homem 11: Ok.
Homem 12: Ok.
Homem 13: Ok.
Homem 14: Ok.
Homem 15: Ok.
FIM DA CONVERSA

MULHERES organizando churrasco pelo WhatsApp
Mulher 1: Oi gente, quando a gente vai se encontrar e fazer um churrasco?
Mulher 2: Quinta-feira às 20hs?
Mulher 3: Onde?
Mulher 2: Não sei.
Mulher 4: Onde meninas?
Mulher 4: Se quiserem podem vir em casa de mamãe.
Mulher 2: Não seria melhor ir a um restaurante?
Mulher 5: Não, em uma casa é melhor, assim não gastamos tanto e temos mais tempo.
Mulher 2: Por mim ok.
Mulher 3: Ok.
Mulher 5: Ok.
Mulher 4: Ok.
Mulher 6: Ok o que? Restaurante ou casa?
Mulher 2: Casa.
Mulher 7: Restaurante.
Mulher 2: Vamos na casa da Mulher 4 então.
Mulher 3: Ok, o que levamos?
Mulher 8: Alguém sabe fazer churrasco?
Mulher 2: Eu me animo.
Mulher 6: O que compraremos?
Mulher 2: Vamos fazer uma lista.
Mulher 8: Ok.
Mulher 4: Um pouco de carne e salada, o que acham?
Mulher 5: Por mim beleza. Estou de dieta então vou comer só alface e tomate.
Mulher 2: Ok, então?
Mulher 1: Faço uma lista e cada uma diz o que vai levar.
Mulher 2: Picanha.
Mulher 3: Fraldinha.
Mulher 4: Linguiça e Coração.
Mulher 5: Alface, tomate e mais alguns legumes para outra salada.
Mulher 1: Ok, quanto?
Mulher 6: Não sei.
Mulher 2: 5 linguiças?
Mulher 2: Quem come linguiça?
Mulher 2: Eu não.
Mulher 5: Eu não.
Mulher 7: Eu não.
Mulher 3: Eu não.
Mulher 4: Eu não.
Mulher 8: Eu não.
Mulher 1: Ok, não compro linguiça então.
Mulher 2: Mas você, Mulher 4, por que disse que ia comprar linguiça se não come?
Mulher 4: Porque tinha me colocado no lugar de quem come linguiça.
Mulher 1: Ok, sem linguiça.
Mulher 1: Picanha e Fraldinha, 1 kilo e 1 kilo, está bom?
Mulher 7: Me parece pouco.
Mulher 1: Quanto então?
Mulher 2: Não sei.
Mulher 2: Meninas? O que acham?
Mulher 8: Acho que é meio quilo por pessoa.
Mulher 4: Quantas somos?
Mulher 1: Não sei. Meninas, confirmem quem vai.
Mulher 2: Eu vou.
Mulher 3: Eu vou.
Mulher 5: Eu vou.
Mulher 6: Eu vou.
Mulher 7: Eu vou.
Mulher 8: Eu vou.
Mulher 9: Eu vou.
Mulher 10: Eu vou.
Mulher 11: Eu vou.
Mulher 4: Quando é?
Mulher 2: Quinta-feira?
Mulher 4: Eu não posso, tenho médico.
Mulher 2: Que azar, ficamos sem casa pra fazer o churrasco então?
Mulher 4: Desculpa meninas, acabou de tocar o lembrete dessa consulta.
Mulher 1: Que outra casa está disponível?
Mulher 8: Quantas somos?
Mulher 2: 10.
Mulher 3: Na minha casa não cabe.
Mulher 5: Na minha também não.
Mulher 6: Na minha também não.
Mulher 7: Muito menos na minha.
Mulher 8: Na minha também não.
Mulher 9: Na minha também não.
Mulher 10: Na minha pode ser, mas preciso de cadeiras, alguém pode trazer?
Mulher 2: A Mulher 11 tem loja de aluguel de cadeiras, ela pode levar.
Mulher 5: Mas ela não responde, deve estar trabalhando.
Mulher 9: Eu não como linguiça.
Mulher 2: Ainda estamos vendo onde vamos fazer.
Mulher 12: Desculpa meninas, acabei de pegar o telefone, o que aconteceu?
Mulher 2: Estamos procurando casa ainda.
Mulher 12: Venham na minha casa, sem stress.
Mulher 2: Ok, excelente.
Mulher 12: Que dia?
Mulher 2: Quinta feira às 20h.
Mulher 12: Me complica, pode ser na quarta-feira?
Mulher 2: Por mim ok.
Mulher 2: Mesmo horário?
Mulher 2: Sim?
Mulher 3: Eu vou.
Mulher 4: Eu vou.
Mulher 5: Eu tenho que levar a Gabi na casa da avó, mas consigo passar mais tarde depois que ela dormir.
Mulher 8: Ok.
Mulher 9: Eu vou.
Mulher 6: Eu vou.
Mulher 7: Eu vou.
Mulher 11: Eu vou.
Mulher 2: Feito, quarta-feira na casa da Mulher 12.
Mulher 3: Sim.
Mulher 1: Meninas, voltando ao churrasco, compro meio kilo por pessoa?
Mulher 8: Sim.
Mulher 1: Ok, assim peço para o Paulo comprar.
Mulher 2: Ok. E como fazemos com as bebidas?
Mulher 3: Cada uma leva o que for beber e pronto.
Mulher 9: Eu não posso porque vou direto do trabalho.
Mulher 6: Bom, melhor a Mulher 1 comprar tudo e rachamos depois.
Mulher 1: Meninas, não consigo comprar tudo, alguém me dá uma mão?
Mulher 6: Eu ajudo, o que vocês bebem meninas?
Mulher 2: Coca Zero.
Mulher 4: Água.
Mulher 5: Suco natural.
Mulher 6: Água com gás.
Mulher 9: Refri.
Mulher 3: Meninas, podemos comprar um Ice Tea de Pêssego?
Mulher 8: Vamos para um restaurante meninas, assim dá menos trabalho.
Mulher 2: Também acho.
Mulher 4: Eu também.
Mulher 6: Eu também.
Mulher 7: Eu também.
Mulher 9: Eu também.
Mulher 11: Eu também.
Mulher 12: Eu também.
Mulher 1: Não meninas, já mandei o Paulo comprar tudo, temos que fazer o churrasco.
Mulher 2: Que cagada.
Mulher 4: Eu quero água, mas tem que ser Bonafont que tem menos sódio, assim não fico inchada.
Mulher 1: Meninas, podemos nos organizar por favor?
Mulher 2: Ok.
Mulher 6: Ok.
Mulher 4: Ok.
Mulher 9: Ok.
Mulher 5: Ok.
Mulher 8: Ok.
Mulher 11: Eu não como linguiça também.
Mulher 5: Meninas, por favor compartilhem. O cachorro se chama BOB e se perdeu ontem perto da estação, se todos colaborarem podemos fazer com o que o BOB volte para a sua casa.
Mulher 6: Sim, coitado do BOB.
Mulher 9: Que lindo o BOB. Que raça é?
Mulher 5: Não sei, me passaram em uma corrente.
Mulher 2: Mas você conhece os donos?
Mulher 5: Não, mas me deu pena.
Mulher 1: O Paulo me ligou do açougue dizendo que não tem picanha, se queremos maminha e contra filé.
Mulher 2: Eu prefiro bife de chorizo.
Mulher 4: Eu também.
Mulher 1: Meninas, podemos resolver logo a carne porque o Paulo vai me matar, está no açougue esperando a gente decidir.
Mulher 6: Eu acho injusto ser sempre assim, somos sempre as mesmas que organizamos tudo e ninguém mais se abala para fazer nada.
Mulher 10: Oi meninas, acabei de acordar e tenho 369 mensagens no nosso grupo, o que aconteceu?
Mulher 3: Vou te contar.

MARIDO RICO
Saiu no Financial Times (maior jornal sobre economia do mundo).
Uma moça escreveu um email para o jornal pedindo dicas sobre como arrumar um marido rico. Contudo, mais inacreditável que o pedido da moça, foi a disposição de um rapaz que, muito inspirado, respondeu à mensagem, de forma muito bem fundamentada.
E-mail da MOÇA
Sou uma linda, maravilhosamente linda, de 25 anos. Sou bem articulada e tenho classe. Estou querendo me casar com alguém que ganhe no mínimo meio milhão de dólares por ano.
Tem algum homem que ganhe 500 mil ou mais neste jornal, ou alguma mulher casada com alguém que ganhe isso e que possa me dar algumas dicas?
Já namorei homens que ganham por volta de 200 a 250 mil dólares, mas não consigo passar disso. E 250 mil dólares por ano não vão me fazer morar em Central Park West.
Conheço uma mulher, da minha aula de ioga, que casou com um banqueiro e vive em Tribeca. E ela não é tão bonita quanto eu e nem é inteligente. Então, o que ela fez que eu não fiz? Qual a estratégia correta? Como eu chego ao nível dela?
Resposta do editor do jornal
Li sua consulta com grande interesse, pensei cuidadosamente no seu caso e fiz uma análise da situação. Primeiramente, eu ganho mais de 500 mil dólares por ano. Portanto, não estou tomando o seu tempo!
Isto posto, considero os fatos da seguinte forma, visto da perspectiva de um homem que tem os requisitos que você procura, o que você oferece é simplesmente um péssimo negócio.
Um péssimo negócio porque, deixando as firulas de lado, o que você sugere é uma negociação simples, proposta clara, sem entrelinhas, ou seja, você entra com sua beleza física e eu entro com o dinheiro. Mas é exatamente aí que está o problema.
Com toda certeza, com o tempo a sua beleza vai diminuir e um dia acabar, ao contrário do meu dinheiro que, com o tempo, continuará aumentando. Assim, em termos econômicos, você é um ativo sofrendo depreciação e eu sou um ativo rendendo dividendos. E você não somente sofrerá depreciação, mas sofrerá uma depreciação progressiva, ou seja, sempre aumenta!
Explicando, você tem 25 anos hoje e deve continuar linda pelos próximos 5 ou 10 anos, mas sempre um pouco menos a cada ano. E no futuro, quando você se comparar com uma foto de hoje, verá que virou um caco. Isto é, hoje você está em alta, na época ideal de ser vendida, mas não de ser comprada.
Usando o linguajar de Wall Street, quem a tiver hoje deve mantê-la como trading position (posição para comercializar) e não como buy and hold (compre e retenha), que é para o quê você se oferece.
Portanto, ainda em termos comerciais, casar (que é um buy and hold) com você não é um bom negócio a médio/longo prazo! Mas alugá-la, sim!
Assim, em termos sociais, um negócio razoável a se cogitar é namorar. Mas, já cogitando, e para certificar-me do quão articulada, com classe e maravilhosamente linda seja você, eu, na condição de provável futuro locatário dessa máquina, quero tão somente o que é de praxe: fazer um test drive antes de fechar o negócio.
Podemos marcar?

Português é uma das línguas mais difíceis do mundo
Na recepção do salão de convenções, Fortaleza:
– Por favor, gostaria de fazer minha inscrição no Congresso.
– Pelo seu sotaque vejo que o senhor não é brasileiro. O senhor é de onde?
– Sou de Maputo, Moçambique.
– Da África, né?
– Sim, sim, da África.
– Pronto, tem palestra agora na sala meia oito.
– Desculpe, qual sala?
– Meia oito.
– Podes escrever?
– Sessenta e oito, assim, veja: 68.
– Entendi, meia é seis.
– Isso mesmo, meia é seis. Mas, não vá embora, só mais uma informação: A organização cobra uma pequena taxa se quiser ficar com o material. Quer encomendar?
– Quanto pago?
– Dez reais. Mas, estrangeiros e estudantes pagam meia.
– Que bom. Aqui está, seis reais.
– Não, não, o senhor paga meia. Só cinco, entende?
– Pago meia? Cinco? Meia é cinco?
– Isso, meia é cinco.
– Tá bom, meia é cinco.
– Não se atrase, a palestra é às 9 e meia.
– Então, já começou há quinze minutos. São nove e vinte.
– Não, não, ainda faltam dez minutos. Só começa às 9 e meia.
– Pensei que fosse às 9:05, pois meia não é cinco? Pode escrever a hora que começa?
– 9 e meia, assim, veja: 9:30.
– Entendi, meia é trinta.
– Isso, 9:30. Mais uma coisa, aqui o folder de um hotel com preço especial para congressista. Já está hospedado?
– Sim, na casa de amigos.
– Em que bairro?
– No Trinta Bocas.
– Trinta Bocas? Não existe esse bairro em Fortaleza, não seria no Seis Bocas?
– Isso mesmo, no bairro Meia Boca.
– O bairro não é meia boca, é um bairro nobre.
– Então deve ser cinco bocas.
– Não, Seis Bocas, entende, Seis Bocas. Chamam assim por causa do encontro de seis ruas, por isso seis bocas. Entendeu?
– Acabou?
– Não, senhor. É proibido entrar de sandálias. Coloque uma meia e um sapato.
O africano infartou.

+Humor

Voltar Próximo artigo