Anedotas

12/09/2019 |
Assunto: , Humor

O BARBEIRO
Um padre vai ao barbeiro, corta o cabelo e agradece, perguntando quanto tem que pagar. O barbeiro diz: Padre, o senhor é um homem santo, eu não posso cobrar, fica por conta da casa.
No dia seguinte, magicamente, aparecem 12 moedas de ouro na porta da barbearia.
Alguns dias depois, um monge budista vai à barbearia, corta o cabelo e quando tenta pagar o barbeiro diz: Sem dinheiro, por favor. O senhor é um homem santo. Fica por conta da casa.
E magicamente, no dia seguinte, o barbeiro encontra 12 rubis em sua porta.
Passam-se mais alguns dias e um rabino aparece na barbearia para cortar o cabelo. Terminado o corte, quando vai pagar, o barbeiro diz: Não rabino, o senhor é um homem santo, fica por conta da casa.
No dia seguinte, magicamente, aparecem na porta da barbearia 12 rabinos!

NOSSOS VIZINHOS ARGENTINOS
Um brasileiro está calmamente tomando o café da manhã quando um argentino típico, mascando chicletes, senta-se ao lado dele.
O brasileiro ignora o argentino (óbvio) que, não se conformando, começa a puxar conversa.
Argentino: Você come este pão inteirinho?
Brasileiro (de mau humor): Claro.
Argentino: Nós não. Nós comemos só o miolo, a casca nós vamos juntando num container, depois processamos, transformamos em croissant e vendemos para o Brasil.
O Brasileiro ouve calado.
O Argentino insiste: Você come esta geleia com o pão?
Brasileiro: Claro.
Argentino: Nós, não. Nós comemos frutas frescas no café da manhã jogamos todas as cascas, sementes e bagaços em containers, depois processamos, transformamos em geleia e vendemos para o Brasil.
Brasileiro: E o que vocês fazem com as camisinhas depois de usadas?
Argentino: Jogamos fora, claro!
Brasileiro: Nós não. Vamos guardando tudo em containers, depois processamos, transformamos em chicletes e vendemos para a Argentina.

LISTA DE CASAMENTO
A velhinha com mais de 80 anos, mas toda elétrica entra na farmácia.
– Vocês têm analgésicos?
– Temos sim, senhora.
– Vocês têm remédio contra reumatismo?
– Temos sim, senhora.
– Vocês têm camisinha lubrificada?
– Temos sim, senhora.
– Vocês têm Viagra?
– Temos sim, senhora.
– Vocês têm pomada anti-ruga?
– Temos sim, senhora.
– Vocês têm gel para hemorroidas?
– Temos sim, senhora.
– Vocês têm bicarbonato?
– Temos sim, senhora.
– Vocês têm antidepressivos?
– Temos sim, senhora.
– Vocês têm soníferos? Vocês têm remédio para a memória?
– Temos sim, senhora.
– Vocês têm fraldas para adultos?
– Temos sim, senhooooora.
– Vocês têm …
– Minha senhora! Aqui é uma farmácia, nós temos isso tudo. Qual é o seu problema?
– É que vou casar com meu noivo, de 85 anos, no fim do mês e nós gostaríamos de saber se podemos deixar nossa lista de casamento aqui com vocês.

AS DEZ MELHORES COISAS PARA SE DIZER SE VOCÊ FOR PEGO DORMINDO NO TRABALHO
10. Eles me disseram no banco de sangue que isso poderia acontecer.
9. Isto é só um cochilo de 15 minutos para recuperar as energias, como foi ensinado naquele curso de gerenciamento do tempo que vocês me mandaram fazer.
8. Eu estava imaginando como é a vida de um cego.
7. Eu não estava dormindo! Eu estava meditando sobre a missão da empresa e tentando descobrir um novo paradigma.
6. Eu estava verificando se meu teclado é resistente à baba.
5. Eu estava fazendo um exercício altamente especifico de Yoga para aliviar o stress do trabalho. Vocês descriminam pessoas que praticam Yoga?
4. Por que você me interrompeu? Eu estava quase chegando numa solução para o nosso maior problema.
3. A máquina de café está quebrada.
2. Alguém deve ter posto café descafeinado no pote errado.
1. E a melhor coisa a se dizer se você for pego dormindo no trabalho: e em nome de Jesus. Amem.

A MORTE DO SENADOR
Um senador está andando tranquilamente quando é atropelado e morre.
A alma dele chega ao Paraíso e dá de cara com São Pedro na entrada.
Bem-vindo ao Paraíso, diz São Pedro. Antes que você entre, há um probleminha. Raramente vemos parlamentares por aqui, sabe, então não sabemos bem o que fazer com você.
Não vejo problema, é só me deixar entrar, diz o antigo senador.
– Eu bem que gostaria, mas tenho ordens superiores. Vamos fazer o seguinte: Você passa um dia no Inferno e um dia no Paraíso. Aí, pode escolher onde quer passar a eternidade.
Não precisa, já resolvi. Quero ficar no Paraíso diz o senador.
– Desculpe, mas temos as nossas regras.
Assim, São Pedro o acompanha até o elevador e ele desce, desce, desce até o Inferno. A porta se abre e ele se vê no meio de um lindo campo de golfe. Ao fundo o clube onde estão todos os seus amigos e outros políticos com os quais havia trabalhado.
Todos muito felizes em traje social. Ele é cumprimentado, abraçado e eles começam a falar sobre os bons tempos em que ficaram ricos às custas do povo. Jogam uma partida descontraída e depois comem lagosta e caviar. Quem também está presente é o diabo, um cara muito amigável que passa o tempo todo dançando e contando piadas.
Eles se divertem tanto que, antes que ele perceba, já é hora de ir embora. Todos se despedem dele com abraços e acenam enquanto o elevador sobe. Ele sobe, sobe, sobe e a porta se abre outra vez. São Pedro está esperando por ele. Agora é a vez de visitar o Paraíso.
Ele passa 24 horas junto a um grupo de almas contentes que andam de nuvem em nuvem, tocando harpas e cantando. Tudo vai muito bem e, antes que ele perceba, o dia se acaba e São Pedro retorna.
– E aí? Você passou um dia no Inferno e um dia no Paraíso. Agora escolha a sua casa eterna.
Ele pensa um minuto e responde: O Paraíso é muito bom, mas eu acho que vou ficar melhor no Inferno.
Então São Pedro o leva de volta ao elevador e ele desce, desce, desce até o Inferno. A porta abre e ele se vê no meio de um enorme terreno baldio cheio de lixo. Ele vê todos os amigos com as roupas rasgadas e sujas catando o entulho e colocando em sacos pretos. O diabo vai ao seu encontro e passa o braço pelo ombro do senador.
Não estou entendendo, gagueja o senador. Ontem mesmo eu estive aqui e havia um campo de golfe, um clube, lagosta, caviar, e nós dançamos e nos divertimos o tempo todo. Agora só vejo esse fim de mundo cheio de lixo e meus amigos arrasados!
O diabo olha pra ele, sorri ironicamente e diz: Ontem estávamos em campanha. Agora, já conseguimos o seu voto.

Fonte: Condomínios Em Foco 59

Voltar Próximo artigo