Amor

25/09/2018
| Colunista: , Márcia Schweizer
|
Assunto: , Poesia

MarciaSch20180925

A luz do luar, o teu olhar
penetram em meu coração.
No mistério de tua mente,
caminho lentamente,
e roubas a minha razão.
Assim, invado o teu pensamento,
pois minha alma aguarda ansiosamente
amar!
Vivo, penso imensamente
neste laço que trouxestes dos teus sonhos.
Quero o teu amor e poesias!
Minha alma é leve,
vivo eternamente apaixonada
na incerteza do destino.
Deixas que o tempo traga a saudade do passado vivido!
Eu sou poeta, meu amor!
Levas-me, porque te aguardo eternamente!
Não me queiras mal.
Se falo palavras doces,
é normal.
Calo, somente neste instante,
pois não aguento o meu peito
repleto desta paixão constante,
e atado aos doces sonhos
que nos uniu num passado distante.

Voltar Próximo artigo