17/11 – Dia Mundial de Combate ao Câncer de Próstata

17/11/2020 |
Assunto: , Homem, Saúde

Houve um tempo que a expressão significava não adoecer, não ter medo, não demonstrar emoções, não ser frouxo, não chorar, não manter uma rotina de autocuidado

InstitutoLaL20201117SejaHomem

Apesar das tentativas de parecer invencível, a história já nos mostrou que essa não é bem a verdade.

Mesmo com as constantes campanhas de prevenção e alerta para a realização dos exames que podem detectar o câncer de próstata em estágio inicial, muitos homens com idade a partir de 45 anos ainda relutam em seguir as recomendações do rastreamento. O câncer de próstata é o tipo mais comum entre os homens brasileiros, atrás apenas do câncer de pele.

Anualmente, o país registra cerca de 68 mil novos casos e 15 mil mortes causadas pelo tumor. Falta de informação, preconceito e vergonha são algumas das razões que levam o público masculino a deixar de lado procedimentos simples, rápidos, indolores e fundamentais para identificar a doença em estágio inicial. O tratamento para quem identifica precocemente o câncer de próstata chega a índice de cura de até 90%.

Milhares de homens ainda deixam de realizar os exames preventivos por preconceito, por falta de informação ou pela correria do dia a dia. A participação e o apoio da mulher são muito relevantes porque é ela quem incentiva seu companheiro, seu pai, seu familiar ou seu amigo a fazerem seus exames preventivos. O Novembro Azul é um movimento que visa atingir a população de modo geral, mostrando como é importante cuidar da saúde.

Seguir uma alimentação equilibrada, não fumar, reduzir o consumo de álcool e praticar atividades físicas são atitudes que não só proporcionam mais qualidade de vida aos indivíduos, como reduzem os riscos de desenvolvimento de várias doenças.

Há vários fatores que se forem combatidos, como a obesidade e o tabagismo, reduzem o risco do desenvolvimento de diversos tipos de câncer. O de próstata, que é o mais prevalente nos homens depois do câncer de pele não melanoma, ocorre por vários fatores, entre eles o envelhecimento e as características genéticas e, por isso, é preciso estar vigilante para detectá-lo precocemente.

Deixe de frescura, troque o preconceito pela vida.

Não sinta vergonha, vergonha é morrer devido à ignorância.

Fonte: Instituto Lado a Lado

+Saúde

Voltar Próximo artigo